NOTA DA ASSOCIAÇÃO DOS DOCENTES DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE – SEÇÃO SINDICAL

Os docentes da Universidade Federal do Acre – UFAC, reunidos em Assembleia Geral, no dia 29 de outubro de 2016, comunicam a toda a comunidade acadêmica da UFAC, bem como a sociedade em geral, seu posicionamento favorável à construção da Greve Geral no Brasil.

A Greve Geral deve ser construída através da articulação dos trabalhadores e trabalhadoras dos setores públicos e privados de todo país, como forma de pressão unificada de toda sociedade que é diretamente afetada pela retirada de direitos conquistados como a aposentadoria e o financiamento público da educação e saúde.

A Greve Geral não significa uma paralisação por tempo indeterminado e transcende a pauta específica dos professores e professoras do magistério superior. De igual modo, ainda não há previsão de data para que aconteça, o que dependerá das articulações das centrais sindicais de todo país.

O principal eixo norteador desta luta conjunta se encontra: 1. na reforma da previdência, com o estabelecimento da idade de 65 anos para aposentadoria para homens e mulheres, e 2. na reforma trabalhista, traduzida no Projeto de Emenda Constitucional – PEC 241, que prevê o congelamento dos gastos públicos em saúde, educação e segurança por 20 anos, e no Projeto de Lei Complementar -PLC 541 que trata do fim dos concursos públicos e proibição de reajustes dos salários dos servidores públicos.

Uma nova Assembleia Geral dos docentes da UFAC será convocada para o dia 11 de outubro de 2016 para avaliar as decisões e encaminhamentos tomados durante a reunião do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior – ANDES, que ocorrerá no dia 8 e 9 de outubro de 2016, em Brasília, com o objetivo de definir posicionamento nacional sobre a construção da Greve Geral.

 

Rio Branco – AC, 30 de setembro de 2016.

DIRETORIA DA ADUFAC – SEÇÃO SINDICAL