Ingleses marcham por gratuidade nas universidades

Estudantes da Inglaterra se reuniram em Londres, capital do país, na quarta-feira (15), para reivindicar a gratuidade das universidades no país. Os estudantes ingleses, que sofrem com altas mensalidades e endividamento estudantil, defendem que os mais ricos sejam taxados para que a gratuidade seja garantida.

A marcha saiu de Malet Street e, com milhares de participantes, se encerrou em frente ao Parlamento Britânico. A manifestação se dá na semana anterior ao início da discussão sobre o orçamento de 2018 no parlamento inglês.

Segundo o jornal The Guardian, a previsão, caso a cobrança de mensalidades continue nas universidades inglesas, é de que vários estudantes terminem seu curso com dívidas superiores a 50 mil libras (aproximadamente 215 mil reais).

Em comunicado público, o Ministério da Educação defendeu o sistema universitário do país, ressaltando que empréstimos estudantis estão disponíveis a todos e garantem o acesso à universidade a todos que o queiram.

Com informações de The Guardian. Imagem de Socialist Worker.

 

Fonte: ANDES-SN