ADUFAC realiza Rodas de Conversas Feministas nessa sexta-feira

Dia 16 de março, nesta sexta-feira, a Adufac estará realizando um dia inteiro de rodas de conversa com o tema “O impacto do golpe e do desmonte das universidades na vida das mulheres”. As rodas acontecerão em três horários distintos, pela manhã às 9h30, pela tarde às 15h e a noite às 19h.

Nos últimos anos, a chamada Primavera Feminista apartou do 8 de março o caráter estritamente comercial, resgatando a verdadeira origem do 8M, que se funda no movimento de mulheres trabalhadoras na luta por direitos sociais.

Em 2018, os atos do Dia Internacional da Mulher deram sequência a esse amplo movimento, numa luta irrestrita contra os poderosos e contra o sistema que violenta as mulheres diariamente. No Brasil, o movimento feminista junta-se às manifestações contra as reformas de Temer e as péssimas condições de vida que elas impõem às mulheres e à vida de todos os trabalhadores. A luta continua por salários e condições de trabalho dignas, pela manutenção dos direitos trabalhistas e contra a violência às mulheres.

No atual cenário de grave desmontes dos serviços públicos, especialmente das universidades públicas, o conservadorismo avança de mãos dadas com a perda de direitos trabalhistas e sociais. Se as questões do movimento feminista sempre fizeram-se necessárias de repetição para conseguir avançar  – a reivindicação de salários justos, a denúncia da tripla jornada e a luta por reconhecimento intelectual das mulheres – hoje, mais que nunca, essas pautas são os principais alvos do conservadorismo patriarcal.

Sem palestra ou mesa formada, neste dia 16, a ADUFAC abre o espaço de seu auditório no sentido de alimentar ainda mais a força do movimento feminista e de mulheres contra os desmontes dos serviços públicos, em especial às universidades públicas. Professoras, alunas, servidoras e terceirizadas estão convidadas!