Assembleia dos professores da Ufac: a greve continua

Tendo em vista a decisão do Comando Nacional de Greve do ANDES – SN, que indicou a manutenção da greve através de comunicado emitido em 03/09/12, a assembleia geral dos professores da Ufac decidiu hoje, 11/09/12, de forma unânime, por reconsiderar o indicativo de suspensão da greve, inicialmente previsto para o dia 15/09, alterando-o para o dia 17/09.

Até lá, a greve continua e novas rodadas de assembleias gerais ocorrerão pelo país para deliberarem sobre os rumos do movimento paredista.

A data do dia 17/09 é apenas um indicativo, a suspensão efetiva da greve estará condicionada à decisão da maioria da categoria, considerando as manifestações das assembleias gerais das seções sindicais em greve em todo país.

O Comando Local de Greve posicionou-se pela necessidade de se construir uma suspensão unificada da greve, motivada pela recusa do PL 4368/2012, como forma garantir o fortalecimento do sindicato nacional e de manter a mobilização necessária para a condição de Estado de Greve, conforme deliberação da última assembleia geral.

26 ideias sobre “Assembleia dos professores da Ufac: a greve continua

  1. Não adianta manter a greve agora, já que as negociações para este ano já se encerraram. E nessa história toda os acadêmicos são os únicos prejudicados.

  2. Caros,

    Decidam-se. Apoiamos a causa dos professores e servidores, os allunos dependem de suas decisões. Compramos passagens e fizemos o máximo para que no dia 17 estivéssemos aí. Tenham um pouco mais de consideração. Não sejam imprudentes pois merecemos respeito.

    Att,

    Jimmy Joy Campos
    Acadêmico do Curso de Medicina – UFAC

    • Os professores e coordenadores dando certeza da volta as aulas no dia 17…entrevistas e o escambau. Agora fica aí, jogando a não-volta no andes. Ta pior que bolsa de valores, essa especulacao toda e incerteza.

  3. ANDES nem considerou o voto da ADUFAC pela suspensão da greve.
    A greve não tem nenhum um interesse em melhorar a educação, tudo não passa de uma briga interna da esquerda brasileira.
    PT x PSOL.
    E no fim que paga a conta são os alunos, porque repor as aulas de 2012 em 2013 não é reposição.
    ADUFAC deveria ser consciente que perdeu esta batalha. E que devem respeito aos alunos.
    São 4 meses de greve sem nenhum avanço.

  4. Sou a favor dos professores que defendem seus direitos de condições de trabalhos mais dignos, melhores sálarios e uma universidade respeitada por todos. Parabéns professores pela luta constante e incessante, não desistam estamos com vocês na luta.

  5. Por, essa Greve ta uma merda mano, e o único prejudicado somos nos alunos… a pessoal indeciso. por mais respeito com os discentes. JOAB – ENGENHARIA AGRONÓMICA – PRIMEIRO PERÍODO.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>